Loading...

Translate

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Como um todo, desculpas


Desculpe-me anjo
Por todos os meus pecados armazenados em minha mente e coração
Seguir os mandamentos do ser não amado
E estar isolado em minha solidão obscura

Desculpe-me anjo
Por apagar as luzes de um céu tão estrelado
Ser a lava que destrói tudo e todos ao redor
Transformar em pedra as emoções eternas

Desculpe-me anjo
Por não estar puro em tuas orações
Não acreditar no salvador
Também por isso te pesso perdão



Warner Araújo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário