Loading...

Translate

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Partículas mortais



Perdi-me muitas vezes pelo oceano da eternidade, buscando uma partida rápida para escapar de minhas perseguições mentais. Busca essa, que resulta em voar sem asas nem que seja por alguns segundos. Uma viagem para o outro lado da lua.
Muitas vezes me perdi no oceano da eternidade, vagando, sem destino, sem rumo algum, sem a esperança de que um dia tudo irá ficar perfeito, sem aquela vaga idéia de redenção que nos persegue como tormenta, pois não passa de apenas conturbadas flegelações mentais.
De nada adianta a percistência, só o vento leva embora tudo que a alma não aceita. E eu fico aqui, nos mesmos resultados em voar sem asas. Este mundo é tão pequeno como particulas mortais dentro de sua matéria.


Warner Araújo.
19/09/2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário